5 fatos sobre James Watt

Saiba mais sobre este importante personagem da Revolução Industrial

 

1 – Nascido na Escócia em 19 de janeiro de 1736, James Watt foi um importante inventor e engenheiro. Suas invenções e melhoramentos das máquinas movidas a vapor foram fundamentais para a Revolução Industrial. Filho de um importante construtor naval e civil e de uma mulher da alta sociedade, passou a infância se divertindo e aprendendo na oficina do pai. Isto o ajudou a despertar o interesse por máquinas e instrumentos.

 

Desde a infância James Watt demonstrava aptidão para invenções e manutenção de instrumentos e máquinas

 

2 – Era muito doente e mimado, tendo estudado muitos anos em casa. Quando foi para o colégio, aprimorou muito seus conhecimentos matemáticos. Com a morte da mãe e a piora da saúde do pai, resolve morar em Londres para estudar a fabricação de instrumentos industriais e científicos. Por conta de sua frágil saúde teve que retornar para a Escócia, se estabelecendo em Glasgow. Iniciou a produção dos seus próprios instrumentos, mas foi proibido posteriormente pela associação de classe dos artesãos da cidade, pois não havia servido como aprendiz anteriormente.

 

3 – No mesmo período em que produzia e reparava instrumentos, Watt também estudou na Universidade de Glasgow, se tornando pupilo e amigo de alguns importantes professores. Estes o apresentaram a máquina a vapor desenvolvida por Thomas Newcomen algumas décadas antes. O jovem começou a estudar o equipamento, mesmo sem experiência e fez importantes descobertas das falhas e da perda de energia do invento. Em 1864 casou-se e teve cinco filhos (no último parto sua esposa faleceu).

 

A sorte de Watt mudou quando fez parceria com Matthew Boulton

 

4 – Na década de 1760 conseguiu aprimorar a máquina a vapor anterior, percebendo as questões do calor latente, da temperatura correta do vapor, do uso de pistões e também do resfriamento e condensação do vapor utilizado, James Watt se tornou peça fundamental na Revolução Industrial. Seu primeiro sócio faliu, mas o segundo Matthew Boulton conseguiu financiar e patentear as invenções do engenheiro inglês. Em 1775 conseguiram uma patente exclusiva por 25 anos, o que os tornou riquíssimos em pouco tempo. Entre 1776 e 1781, Watt rodou o Reino Unido instalando as suas máquinas em fábricas de todos os tipos: tecelagens, minas, moinhos e fabricação de papel e fios.

5 – Nesse meio tempo casou-se novamente, tendo dois filhos desta segunda união. Percebeu intuitivamente que a água era formada por dois gases, tese provada por Lavoisier alguns anos depois. O motor a vapor de Watt foi a principal força motriz da Revolução Industrial e da criação das locomotivas. No fim da vida se tornou membro da Royal Society de Londres, da Royal Society de Glasgow e da Academia Francesa de Ciência. Morreu em 1819,com 83 anos. A unidade internacional para medir potência (watt) leva o nome do engenheiro inglês, por suas importantes contribuições.

 

Réplica da primeira máquina a vapor desenvolvida por Watt
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •