5 fatos sobre Jascha Heifetz

Conheça mais sobre esse importante violinista

 

1 – Nascido em 2 de fevereiro de 1901, Jascha Heifetz é conhecido como um dos maiores violinistas da história. Natural de Vilnius na Lituânia, era filho de um professor de música, que o deu seu primeiro violino quando tinha apenas 3 anos de idade. Como sua cidade ainda pertencia ao Império Russo, foi aceito para estudar com o famoso professor Leopold Auer em São Petersburgo. Recebeu o título de criança prodígio pelo seu talento incomum para a música.

 

O músico, por volta de 1920

 

2 –  Com os cuidados da família e do professor, fez seu primeiro concerto em 1911, aos 10 anos de idade. Nesse mesmo período teve seus primeiros discos gravados. Se apresentou por vários países da Europa até 1917, ano da eclosão da Revolução Russa (saiba mais aqui). Com o início da revolta se mudou com a família para os Estados Unidos.

 

Rudolf Koelman e Jascha Heifetz em Los Angeles1979

 

3 – No mesmo ano já estreou fazendo uma apresentação no famoso Carnegie Hall em Nova York. Foi extremamente aclamado pelo público e pelos críticos musicais. Era um adolescente de apenas 16 anos na época. Liderou uma nova geração de talentosíssimos violinistas surgidos no início do século 20. Heifetz fez uma longa parceria com uma gravadora e também se naturalizou americano em 1925.

 

 Jascha Heifetz com a sua mulher.

 

4 – Extremamente certeiro nas apresentações, muitas vezes foi tachado de frio e sem emoção nos concertos. Nada disso impediu que Heifetz viajasse mais de 2 milhões de quilômetros pelo mundo tocando seus violinos. Tinha uma técnica rápida, certeira e virtuosa de tocar. Se apresentou profissionalmente por 60 anos, tendo que parar em 1972 por problemas no ombro que o fizeram se aposentar para não perder sua reputação. Dentre seus instrumentos tinha peças que remontavam ao século 18. Usava principalmente violinos Stradivarius, considerados os melhores da história e avaliados em preços milionários por seu som único.

 

Os violinos Stradivarius são conhecidos por seu som supostamente superior quando comparados a outros instrumentos.

 

5 – Após a sua aposentadoria dos palcos se tornou professor. Era considerado pelos seus alunos um mestre firme e até cruel em certos momentos. É dito que Heifetz nunca foi visto sorrindo em suas apresentações, reflexo de sua personalidade impassível e disciplinadora. Era considerado antipático por muitos. Morava em Beverly Hills desde os anos 40. Foi casado duas vezes e teve três filhos. Morreu em 1987 aos 86 anos de idade. É por muitos considerado o melhor violinista do século 20.

 

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •