5 fatos sobre Jean d’Alembert

Ele ajudou a produzir uma das maiores obras-primas do Iluminismo

 

1 – Jean Le Rond d’Alembert foi um físico, filósofo e matemático francês mais conhecido pela parceria com Denis Diderot na “Enciclopédia” (Encyclopédie em francês), marco do Iluminismo. Nascido em 1717 em Paris, era filho bastardo de dois burgueses, sendo abandonado pela mãe na escadaria de uma igreja. Foi adotado por um vidraceiro e sua mulher, que o trataram como filho. Faleceu em 29 de outubro de 1783.

 

2 – Estudou Teologia e posteriormente Direito, no qual se formou em 1738. Ainda iniciou os estudos em Medicina, mas largou a área para se dedicar à Matemática e à Física. Com apenas 24 anos de idade foi aceito na Academia de Ciência de Paris após sua tese sobre o cálculo integral.

 

d’Alembert foi um dos mais célebres membros do movimento iluminista

 

3 – Desenvolveu dois preceitos científicos que levam seu nome: o Teorema de d’Alembert e o Princípio de d’Alembert. O primeiro explica que “Toda e qualquer equação algébrica que representa uma função racional inteira, admite sempre uma raiz”. O segundo trata da mecânica e complementa descobertas de Isaac Newton. Também trabalhou na área dos fluidos e outras na Física.

 

4 – Mesmo com diversas contribuições para a Ciência, seu maior feito foi a “Enciclopédia”, trabalho que fez em parceria com Diderot e reunia em apenas uma obra a grande maioria das descobertas científicas do período. Além de editor, escreveu o prefácio e redigiu vários artigos, principalmente na área de matemática. Contém 35 volumes, mais de 70 mil artigos e aproximadamente 2900 ilustrações. Foi uma das obras-primas produzidas no Iluminismo.

 

 

5 – O Iluminismo foi um movimento surgido na Europa no final do século 17 e pregava um pensamento mais racional e humanista, saindo um pouco do foco do Absolutismo e das explicações apenas pela fé. Atingiu seu auge no século 18, com o surgimento de vários autores e obras de grande peso para a humanidade. As ideias surgidas nessa época influenciaram a Independência Americana e a Revolução Francesa, além de moldarem o pensamento científico e filosófico por muitos anos. Se destacaram Rousseau, Voltaire, Montesquieu, Locke, Adam Smith e os autores da “Enciclopédia”.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •