5 fatos sobre Peter Carl Fabergé

Conheça mais sobre esse famoso joalheiro russo

 

1 – Informações gerais

Nascido em 30 de maio de 1846, Peter Carl Fabergé foi um joalheiro russo de ascendência francesa e dinamarquesa. Natural de São Petersburgo, ficou mundialmente conhecido pelas jóias em forma de ovo que fez para a família real russa. Hoje em dia, essas obras-primas da joalheria valem milhões. É preciso dizer que o mestre russo também fez diversos outros trabalhos de grande renome na sua área.

 

 

Casa de Fabergé em Moscou ( Kuznetsky Most 4), 1893

 

2 – Juventude

Acompanhou seu pai, também joalheiro, para vários locais da Europa, onde aprendeu muito sobre seu trabalho. Essas viagens também foram a fonte de inspiração de diversas jóias que produziu. Em 1870, Fabergé assumiu o negócio da família, como filho mais velho. Com ajuda de assistentes de toda a Europa, rapidamente ficou conhecido por suas peças delicadas, que retratavam animais, flores e outras figuras. Em 1882 passou a receber ajuda do seu irmão caçula, Agathon. Neste mesmo ano foi premiado em uma exposição em Moscou e chamou a atenção da família real russa.

 

Peter Carl Faberge no trabalho

 

3 – Joalheiro do czar

Conhecido por todo o Império Russo e nos países vizinhos, Fabergé foi contratado como joalheiro oficial da família real russa. Como presente pascal, o czar (imperador) oferecia ovos de páscoa em forma de jóia para seus familiares. As peças produzidas anualmente logo se tornaram mundialmente famosas. O joalheiro também produzia os ovos em versões “mais baratas” para vender em sua loja.

 

A principal loja da Fabergé em São Petersburgo foi oficialmente renomeada Yakhont (Ruby) e ainda é conhecida como a loja Fabergé.

 

4 – Os Ovos Fabergé

Conhecidos pela minúcia e precisão com que foram feitos, eram peças de ouro, prata, cobre ou platina cobertos com jóias preciosas ou semipreciosas. O trabalho de Fabergé ficou conhecido por não se importar tanto com o tamanho da gemas com que trabalhava, mas sim com a beleza da obra e sua importância sentimental ou histórica. Ao todo, o joalheiro russo produziu 50 ovos para a família real do seu país e mais 15 peças do tipo em outras séries. Em 1900, ganhou a medalha de ouro na Exposição Universal de Paris em 1900. Essa premiação o fez se tornar mundialmente famoso. Neste mesmo ano ganhou a Legião da Honra, condecoração francesa.

 

Bouquet de lírios ou Madonna Lily Egg por Fabergé

 

5 – Últimos anos e legado

Em 1905 abriu lojas em Moscou, Kiev e Londres, empregando mais de 500 pessoas. Fabergé continuou como joalheiro da família real até 1917, ano da eclosão da Revolução Russa (saiba mais aqui). Seus estúdios e peças foram nacionalizados pelo novo governo russo. Fugido do país, foi morar na Suíça, onde faleceu aos 74 anos em 1920. Hoje em dia, é sabido que há 57 Ovos Fabergé em museus e coleções privadas. Oito obras feitas para o czar estão desaparecidas, mas há duas peças que possuem imagens registradas. As jóias deste famoso joalheiro valem milhões de dólares em leilões nos dias atuais.

 

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •