5 fatos sobre Tycho Brahe

Conheça mais sobre um dos astronômos mais importantes da história

 

1 – Natural da Dinamarca, Tycho Brahe nasceu em 14 de dezembro de 1546. Nascido Tyge Ottesen Brahe em uma família nobre, foi um astrônomo importante do século 16, que ajudou a desmistificar a ideia que a Terra era o centro do Universo. Foi criado por um tio, que o ensinou latim e quando tinha apenas 13 anos de idade o enviou para Universidade de Copenhagen.

 

 

2 – Na capital dinamarquesa estudou Direito e Filosofia, mas após presenciar um eclipse solar parcial que havia sido predito por astrônomos se apaixonou pela Astronomia. Aos 16 anos foi continuar seus estudos em Leipzig, na Alemanha. No ano seguinte observou Júpiter e Saturno orbitarem bem próximos um do outro, mas constatou que as previsões deste evento estavam muito erradas.

 

 

3 – Com a morte do tio, fica com toda a herança e com a liberdade de estudar exclusivamente Astronomia. Brahe se mudou para Augsburg. Em 1566 se mudou para Wittenberg e logo em seguida para Rostock, onde perdeu um pedaço do nariz em um duelo com um de seus colegas. Pelo resto da vida usou uma prótese metálica no local afetado. Foi expulso da universidade e morou por dois anos na Basiléia, na Suíça. Em 1570 retornou para a Dinamarca, onde fez uma descoberta impressionante para a época.

 

Basiléia, na Suíça

 

4 – Brahe identificou uma estrela nova no céu, o que batia de frente com a imutabilidade do cosmos pregada por Aristóteles. Essa tese era apoiada pela Igreja Católica e era aceita vastamente até o século 16. O astrônomo dinamarquês escreveu uma obra sobre o tema e com a fama adquirida recebeu convite para dar aulas na Universidade de Copenhagen. Á serviço do rei da Dinamarca, construiu um observatório e teve vários alunos célebres. É importante ressaltar que nesta época ainda não havia telescópios, o que dificultava ainda mais a observação dos astros.

 

Universidade de Copenhagen

 

5 – Com a morte do monarca em 1588, Brahe teve problemas pessoais com seu sucessor e em 1597 emigrou da Dinamarca. Foi convidado pelo Imperador alemão para se estabelecer em Praga, onde fez como pupilo Johannes Kepler, um jovem astrônomo que posteriormente se tornaria uma lenda na área. Tycho Brahe morreu em outubro de 1601 após ficar muito doente em um banquete. A versão oficial conta que ele teria morrido de algum problema na bexiga, contudo, investigações recentes apontam que o astrônomo dinamarquês morreu de envenenamento por mercúrio. O principal suspeito é Kepler, que acabou utilizando muitos dados de Brahe para criar suas leis da mecânica celeste.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •