6 curiosidades sobre Claude Monet

Descubra mais sobre a vida desse célebre pintor

 

1 – Oscar-Claude Monet nasceu em Paris no dia 14 de novembro de 1840. É conhecido como o maior expoente do estilo impressionista na pintura. Filho de comerciantes modestos, se mudou para a cidade de Le Havre, onde desde cedo pintava e desenhava caricaturas. Influenciado por uma tia que também era pintora, Monet não tinha a aprovação do pai nos anos iniciais da sua carreira.

 

Impressão: nascer do sol  (1872), Claude Monet

 

2 – No final da adolescência conheceu Eugène Boudin, um célebre pintor de paisagens, que o iniciou no método de pintar ao ar livre. Nos anos seguintes residiu em Paris, focando na melhoria de suas técnicas e conhecendo vários artistas que buscavam seu espaço, assim como ele.

 

3 – Em 1863 conseguiu alugar um pequeno estúdio e a participar esporadicamente de exposições. Nesse período pintava quadros tradicionalistas, inclusive pintando um retrato da sua futura esposa Camille, com quem se casaria em 1870. Nesta mesma época se mudou para Londres quando a Guerra Franco-Prussiana iniciou-se e retornou para a França ao fim do conflito. Em 1872 pintou Impressão: nascer do sol que marcaria o início do Impressionismo, estilo que marcaria a carreira de Monet.

 

Um dos quadros que pintou em sua propriedade

 

4 – O início do movimento impressionista foi marcado por muitas críticas e incompreensão. Retornando a Paris em 1878 devido à crise financeira, Monet presenciou o nascimento de seu segundo filho e a morte da sua mulher devido a tuberculose. Apenas em 1880 o Impressionismo começou a ser valorizado pelos críticos e público. A partir deste momento, Monet saiu das dificuldades financeiras e se tornou um rico e famoso pintor.

 

Praia de Pourville (1882), Claude Monet

 

5 – Mudou-se para Giverny, uma cidade na Normandia e na década de 1890 casou-se novamente com Alice Hoschedé, a filha de um dos seus maiores compradores. Nesta mesma década, uma série de pinturas de paisagens da sua propriedade e dos locais próximos foram reconhecidas como obras-primas e Monet foi alçado ao status de gênio.

 

6 – Continuou seus estudos até a velhice, mesmo sendo acometido por uma forte catarata que o privou fortemente. Diminuiu a frequência, mas nunca deixou de pintar. Neste período seus quadros são marcados por cores mais vivas e fortes. Faleceu em dezembro de 1926, deixando um grande legado para a arte mundial;

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •