6 curiosidades sobre Elvis Presley

Conheça mais sobre o ícone do rock mundial

 

1 – Elvis Aaron Presley nasceu no estado norte-americano do Mississippi em 8 de janeiro de 1935. Ícone gigante do rock, foi primordial para a popularização do gênero. Também se destacou como ator. No início da adolescência se mudou para a cidade de Memphis, no Tennessee. Antes de concluir o ensino médio trabalhou como caminhoneiro e lanterninha de cinema para ajudar a sua família, que passava por dificuldades financeiras.

 

Casa onde Elvis Presley nasceu

 

2 –  Músico amador, recebeu influências do gospel, do country e tinha um forte apreço pela ópera. De voz forte e grave, Elvis sabia tocar violão e um pouco de piano no início da carreira. Entre 1953 e 1954 gravou algumas músicas de forma despretensiosa, mas chamou a atenção da gravadora Sun Records. Em suas primeiras gravações profissionais mesclava suas influências sulistas com o novíssimo gênero do rock’n’roll. Esse seu primeiro trabalho no estúdio foi um dos pioneiros de um dos subgêneros do rock, o rockabilly.

 

 

Elvis Presley em 1954

 

3 – Dois dias após suas primeiras gravações as músicas de Elvis já estavam sendo tocadas nas rádios de Memphis e fizeram sucesso instantâneo. Em poucos meses o cantor americano já era conhecido em todo o Sul dos Estados Unidos. No ano de 1955 ganha fama nacional, aparecendo na rádio e em programas de televisão locais. Seu contrato de gravação foi repassado para uma gravadora maior e com maior poder de distribuição e vendas.

 

Elvis Presley Judy Tyler em Jailhouse Rock 

 

4 – Em 1956, o artista se tornou conhecido internacionalmente, se tornando um dos primeiros ícones pop da história, por seu estilo transgressor para os padrões da época. Suas apresentações na TV eram muitas vezes editadas ou censuradas, para que seus quadris dançantes não fossem mostrados. Entre 1956 e 1958 estrela diversos filmes e participa de grandes shows nos Estados Unidos e no Canadá. Tem uma pausa de 2 anos na carreira pois foi chamado para servir no Exército em uma base na Alemanha. No período que estava servindo, sua mãe faleceu, causando grande baque emocional no cantor.

 

Elvis Presley com o Nixon

 

5 – De volta ao seu país, Elvis retoma sua carreira com força total. Volta a fazer apresentações históricas em shows e na televisão, além de retornar ao cinema. Até 1965 fez filmes muito aclamados pelo público e até pela crítica. Em 1967 se casou e em 1968 teve sua única filha. No mesmo ano apresentou um especial de TV, no qual partilhou o palco com artistas negros, em protesto contra o racismo e em homenagem a Martin Luther King (saiba mais aqui), morto em Memphis alguns meses antes.

 

Elvis, em Graceland, Memphis Tennessee. Foto de Jan Kronsell, 2002.

6 – No fim dos anos 60 e início dos anos 70 Elvis apresentou um grande amadurecimento artístico. Seus shows e álbuns foram considerados espetaculares. Em 1972 se divorciou, o que lhe trouxe inúmeros problemas emocionais e pessoais, no entanto, vivia um grande momento na carreira, em primeiro lugar nas paradas de vários países. Em 1973, inclusive, fez o primeiro show por satélite da história, direto do Havaí. Começou a se viciar em remédios controlados e teve severo aumento de peso, mas suas músicas e shows eram aclamados mundialmente. Continuou trabalhando até seus últimos dias, com espetáculos sensacionais, mas era clara sua piora no quesito saúde. Em agosto de 1977, com apenas 42 anos de idade, Elvis Presley morreu de um ataque cardíaco fulminante, provavelmente causado por um prévio problema do coração mais o uso abusivo de calmantes.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •