6 curiosidades sobre Guy Fawkes

Saiba mais sobre esta icônica figura inglesa

 

1 – Natural da cidade de York, Guy Fawkes foi um militar e conspirador inglês nascido em 13 de abril de 1570. Participou da Conspiração da Pólvora (Gunpowder Plot, em inglês) com o intuito de matar o rei James (Jaime) I por não concordar com o tratamento que os católicos ingleses recebiam do governo central protestante. Ficou órfão de pai aos 8 anos, tendo sua mãe casado novamente com um católico. Esse fato foi preponderante na conversão do jovem.

 

Ilustração retratando Guy Fawkes

 

2 – Aos 21 anos decidiu vender a pequena propriedade que tinha herdado do pai biológico para poder lutar na Guerra dos Oitenta Anos. Neste conflito, escolheu o lado dos católicos espanhóis contra os protestantes holandeses. Combateu por uma tropa britânica e irlandesa que havia passado a fazer parte das tropas da Espanha. Em 1603 chegou ao cargo de capitão.

 

James I

 

3 – Convencido de que após a morte de Elizabeth I (saiba mais aqui) as perseguições contra os católicos britânicos diminuiriam, Guy Fawkes foi tentar apoio junto ao rei Felipe III da Espanha. Ele esperava que o monarca espanhol intercedesse junto a James I, sucessor da rainha Elizabeth. No entanto, seu pedido de ajuda foi negado. O novo rei que havia ascendido ao trono continuou suas perseguições a Igreja Católica, o que fez com que o militar buscasse ajuda para iniciar uma revolta católica na Inglaterra. Novamente não conseguiu auxílio em terras espanholas.

 

Os oito conspiradores condenados pela traição ao rei

 

4 – Por ter passado muitos anos vivendo na Espanha, Guy Fawkes também atendia pelo nome Guido. Em 1604 retornou para o seu país natal, onde começou a se encontrar com um pequeno grupo de conspiradores católicos revoltados com a situação da Inglaterra. Por conta dos contatos e do cargo de um dos revoltosos, uma casa próxima ao Parlamento foi conseguida. Para tomar conta do local, Fawkes foi contratado como o caseiro, com o nome fictício de John Johnson. O grupo tinha um plano: explodir o Parlamento durante uma sessão com 36 barris de pólvora adquiridos clandestinamente. O dia escolhido foi 5 de novembro de 1605. Nesse dia, o rei e toda a Casa estariam presentes. Além disso, era planejado o sequestro da princesa Elizabeth, filha de James I.

 

Gravura representando a execução dos revoltosos da Conspiração da Pólvora

 

5 – Tudo estava dando certo, até que alguns conspiradores com medo de perder amigos católicos que iriam estar presentes na cerimônia avisaram através de cartas anônimas para eles ficarem longe do Parlamento no dia 5 de novembro. Um barão que havia recebido uma das mensagens avisou a James I, que mandou fazer uma investigação inclusive nos porões do local. Na madrugada do dia marcado para a explosão, Guy Fawkes foi encontrado tomando conta dos 36 barris de pólvora, além de carvão e lenha.

 

Máscara baseada nas feições de Guy Fawkes, utilizada pelo personagem principal de V de Vingança 

 

6 – Sob tortura, o militar britânico entregou outros 7 conspiradores, além de revelar seu verdadeiro nome. Fawkes foi enforcado e esquartejado em janeiro de 1606, aos 35 anos de idade, sendo seus restos mortais espalhados por Londres para servir de aviso aos traidores. A figura emblemática dele inspirou a HQ V de Vingança, que virou filme posteriormente. A máscara do personagem, inspirada no revolucionário inglês se tornou ícone de grupos anarquistas, como os hackers Anonymous. Nos protestos de 2013 no Brasil, foi possível observar muitas pessoas usando as máscaras inspiradas na figura de Fawkes.

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •