6 fatos sobre Édith Piaf

Conheça mais sobre uma das mais famosas cantoras da França

 

1 – Nascida Édith Giovanna Gassion em 19 de dezembro de 1915, Édith Piaf foi uma das mais célebres cantoras francesas de todos os tempos. Sua mãe era cantora de cabarés e seu pai um artista circense. Quando nasceu, logo foi abandonada pelos dois e sua avó cuidou dela por quase 2 anos. Quando a mulher foi ser voluntária na Primeira Guerra Mundial, seu pai a pegou e levou de volta para a mãe, que estava trabalhando em um bordel na Normandia.

 

Édith Piaf logo depois de ser descoberta pelo meio comercial (1936)

 

2 – Neste ambiente, as prostitutas cuidaram de Édith, que conviveu com a constante rejeição da sua genitora. Perto de completar 10 anos foi levada pelo seu pai e acabou conhecendo a vida no circo e na rua, onde seu responsável muitas vezes se apresentava. Com 14 anos seu talento para a música foi descoberto e no ano seguinte foi morar sozinha em Paris.

 

3 – Vivia de cantar nas ruas e em cabarés, restaurantes e bares dos subúrbios da capital francesa. Com 16 anos conheceu seu primeiro marido. Com 18 anos teve sua única filha, que morreu de meningite aos 2 anos de idade. Seu namorado seguinte era um cafetão apelidado Ali Babá, que em troca de Édith não se prostituir, cobrava comissões pelos seus ganhos como cantora.

 

A cantora tinha apenas 1,42m

 

4 – Em 1935 foi descoberta por um dono de um grande cabaré em Paris, que a ensinou como se portar no palco e deu-lhe o apelido de “la môme piaf”, que em francês significa pequeno pardal. No ano seguinte lançou seu primeiro álbum, que fez grande sucesso. Nos anos seguintes além do sucesso musical, também adentrou no Teatro e no Cinema.

 

5 – Em 1945 lançou um dos seus principais sucessos “La Vie en Rose”. Após a Segunda Guerra Mundial iniciou sua carreira internacional, fazendo apresentações na Europa, Estados Unidos e América do Sul. No final dos anos 40 conheceu Marcel Cerdan, um pugilista, que considerou o grande amor da sua vida. Ele era casado, mas viveu com Édith uma relação amorosa bem forte. Infelizmente, ele morreu em um acidente de avião quando ia se encontrar com Piaf em Nova York. Após esse incidente, a cantora se entregou ao álcool e ao uso excessivo de morfina, que usava esporadicamente para diminuir suas crises de reumatismo.

 

piaf-et-cerdan

Piaf e Marcel Cerdan

 

6 – No início da década de 50, Édith conheceu e promoveu Charles Aznavour, outro grande cantor da história francesa. Sofreu um grave acidente de carro, pelo qual teve que ser operada várias vezes. Casada novamente em 1952, se divorciou em 1956. As dores corporais e os vícios impediam Piaf de conseguir emplacar sua carreira novamente, mesmo que tivesse conseguido performar apresentações históricas nos Estados Unidos e na França. Em 1958 sofreu outro grave acidente automobilístico, que causou nela um traumatismo craniano. Mesmo com a saúde muito frágil, teve tempo de lançar “Non, Je Ne Regrette Rien”, outro grande sucesso da sua carreira. Com seu estado fragilizado e seu vício em medicamentos, Édith Piaf faleceu em outubro de 1963, aos 47 anos.

 

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •