6 fatos sobre Johannes Kepler

Conheça mais sobre esse importante astrônomo

 

1 – Natural da Alemanha (quando ainda fazia parte do Sacro Império Romano-Germânico), Johannes Kepler nasceu em 27 de dezembro de 1571. Foi um importante astrônomo e matemático, que teve importante contribuição para o estudo e entendimento da mecânica dos astros. Filho de um mercenário e de uma filha de um dono de hospedaria, teve uma infância marcada por doenças que o deixariam com sequelas pelo resto da vida (sobreviveu à varíola, mas ficou com problemas na visão e nas mãos). No entanto, demonstrava um intelecto brilhante para a sua idade.

 

Casa onde kepler nasceu

 

2 – Na adolescência começou os estudos para ser pastor, no entanto desistiu após conseguir uma bolsa de estudos na Universidade de Tübingen, onde iniciou seus estudos em Astronomia e Matemática. Conheceu as ideias de Copérnico e se tornou um heliocentrista. Com apenas 23 anos foi convidado para ser professor na Universidade de Graz.

 

Sistema solar de Kepler

 

3 – Nesta cidade, Kepler se casou e escreveu sua primeira grande obra Mysterium Cosmographicum (O Mistério Cosmográfico). Nesse primeiro livro ainda utilizava algumas ideias típicas da época, com grande enfoque religioso. Em 1600 se mudou para Praga visando ser assistente do astrônomo Tycho Brahe (saiba mais aqui). No ano seguinte seu tutor morreu e Kepler assumiu seu lugar como astrônomo e matemático imperial.

 

 

 

4 – Alguns anos se passaram e Kepler iniciou um estudo da óptica para a aplicação na Astronomia. Ainda lançou se mais importante trabalho Astronomia Nova (Uma Nova Astronomia) em que incluía as leis do movimento planetário. Mesmo com essas descobertas, o astrônomo alemão ainda era um defensor da astrologia. Em 1610 começou a pesquisar sobre telescópios (uma nova invenção para a época), com a inspiração de Galileu que havia os utilizado pela primeira vez com objetivos científicos.

 

Kepler e sua mulher Barbara Müller 

 

5 – A tensão política em Praga estava influenciando na carreira de Kepler, que ainda perdeu sua esposa e um filho por conta de doenças. Querendo novos ares, aceitou ser professor na Universidade de Linz, na Áustria. Se casou pela segunda vez e teve seis filhos desta união, na qual apenas 3 crianças chegaram à vida adulta. Entre 1615 e 1621 conclui sua obra mais completa Epitome astronomiae Copernicanae (Epítome da Astronomia de Copérnico), onde melhorou seus estudos sobre a mecânica planetária com as três leis do movimento planetário em seu sistema baseado em elipses.

 

Estátua de Johannes Kepler nos jardins do Linzer Schloss

6 – Kepler morreu em 1630, aos 58 anos de idade. Suas contribuições foram imensas para a ciência. Sua pesquisa ajudou nomes como Isaac Newton e Edmond Halley. Sua pesquisa foi além da astronomia, ao desenvolver tratados sobre óptica, produção de telescópios, matemática (ficou próximo de desvendar o Cálculo) e estudos sobre as marés.

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •