6 fatos sobre Tancredo Neves

Saiba mais sobre este importante político brasileiro

 

1 – Natural de São João del-Rei-MG, Tancredo de Almeida Neves foi um político, advogado e empresário brasileiro nascido no dia 4 de março de 1910. Era o quinto filho de uma família de doze. Após iniciar os estudos em sua cidade natal, foi para Belo Horizonte cursar o ensino médio e a faculdade de Direito, onde se formou em 1932.

 

Tancredo na sua formatura em Direito (1932)

 

2 – De volta a São João del-Rei, foi nomeado promotor, mas ficou apenas 2 meses no cargo. Preferiu seguir a carreira de advogado. Em 1933 ajudou a implantar o Partido Popular (PP) em sua terra natal, sendo eleito vereador pela legenda em 1935. Ficou no cargo até 1937, quando o Estado Novo dissolveu as Câmaras Municipais no Brasil todo. Neste ano foi preso por ser advogado do Sindicato dos Ferroviários da cidade. Por alguns anos, Neves se afastou da vida pública.

 

Tancredo como vereador de São João del-Rei (1935)

 

3 – Em 1945, com a queda de Getúlio Vargas e a criação do Partido Social Democrático (PSD), Tancredo Neves retornou a política. Em 1947 candidatou-se a deputado estadual, se elegendo. Ficou no cargo até 1950. No ano seguinte foi eleito deputado federal, permanecendo até 1953, quando foi nomeado Ministro da Justiça. Por consequências do destino, era um dos principais aliados de Getúlio Vargas no período caótico que o fez cometer suicídio.

 

Neves ao lado de Getúlio Vargas. Ele foi Ministro da Justiça no último Governo Vargas

 

4 – Com a morte do então presidente, apoiou a candidatura de Juscelino Kubitschek (saiba mais aqui) para a presidência. JK era o governador de Minas Gerais na época. Neste novo governo foi Diretor do Banco do Brasil e Presidente do BNDES. Entre 1961 e 1962 foi Primeiro-Ministro brasileiro no curto período que o parlamentarismo foi implementado no país. Após a eleição de João Goulart, saiu do cargo anterior para se tornar deputado federal novamente. Neves foi um dos maiores opositores ao golpe militar (entenda melhor aqui) ocorrido em 1964.

 

Ao lado do Presidente João Goulart e do Ministro da Guerra Segadas Viana no período que foi primeiro-ministro

 

5 – Ao contrário de muitos outros políticos, mesmo perseguido não perdeu seu cargo como deputado, pois manteve uma postura moderada em relação ao regime militar instaurado. Fazia parte da ala moderada do MDB, único partido de oposição à ditadura. Ficou na Câmara dos deputados até 1978, quando foi eleito senador. No Senado presenciou a lenta reabertura política, iniciada com a permissão de criar novos partidos e a Lei da Anistia. Em 1982 concorreu ao governo de Minas, vencendo em uma eleição muito difícil. Nesta época já fazia parte do PMDB.

 

Tancredo (no centro) após vencer as eleições indiretas para presidente em 1985

6 – Em 1984 foi iniciada a campanha das Diretas Já, movimento que pedia a volta das eleições livres e diretas para os diversos cargos políticos. Tancredo Neves teve participação central neste processo. Ainda em eleições indiretas realizadas no Congresso Nacional, o político mineiro foi eleito presidente do Brasil em 1985. Ele seria o primeiro presidente civil desde 1964, no entanto, um dia antes da sua posse, Neves adoeceu gravemente. Diagnosticado com uma diverticulite, morreu menos de 40 dias depois. Tinha 75 anos de idade. Seu vice, José Sarney assumiu a presidência no seu lugar, governando até 1989.

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •