8 fatos interessantes sobre Haile Selassie

Saiba mais sobre este imperador etíope que foi figura importante no século 20

 

1 – Nascido Tafari Makonnen (depois conhecido como Ras Tafari, príncipe Tafari em etíope) em 1892 na Etiópia, Haile Selassie (ou Hailé Selassié) foi um imperador do país africano que se tornou famoso por ser considerado a divindade do Movimento Rastafári. Foi coroado em 2 de novembro de 1930 e ficou quase 45 anos liderando o governo etíope.

 

Criança, ainda como Tafari Makonnen

 

2 – Mesmo sendo de família nobre, não estava entre os primeiros na linha sucessória. Foi buscando seu espaço ao se casar com a filha do imperador Menelik II, aos 19 anos. Em 1917 assumiu a regência do trono etíope que era da sua cunhada. Com a morte dela em 1930, assumiu o trono e mudou seu nome para Haile Selassie. Seu nome imperial completo era Sua Majestade Imperial, Imperador Haile Selassie, Eleito de Deus, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, Leão Conquistador da Tribo de Judá.

 

3 – Ainda como regente foi responsável por abolir a escravidão no seu país. Governou de 1930 a 1936. Em 1935 a Itália liderada por Mussolini invadiu a Etiópia e se iniciou uma guerra que seria um verdadeiro massacre do povo etíope. Selassie lutou na linha de frente em alguns momentos e fez um emocionante discurso na Liga das Nações denunciando a utilização de armas de destruição em massa pelos italianos. Após perder o confronto, foi para o exílio na Inglaterra e deixou o seu cargo de imperador pela primeira vez.

 

No período da sua coroação em 1930

 

4 – Durante a Segunda Guerra Mundial contou com uma pequena ajuda britânica e com tropas etíopes e sul-africanas para expulsar os italianos de seu país. Retomou a capital Adis Abeba em maio de 1941 e começou a organizar a reconstrução da Etiópia.

 

5 – No seu segundo reinado promulgou uma nova Constituição em 1955, que centralizou o poder em suas mãos, mas ao mesmo tempo criou o voto universal e iniciou algumas reformas importantes no país. Enquanto estava visitando o Brasil em 1960 sofreu uma tentativa de golpe, que acabou sendo mal-sucedida. Durante a década de 60 e o início da de 70 a fome, a pobreza e a descontentamento da juventude e dos militares fez com que sua popularidade caísse muito.

 

Haile Selassie em um evento oficial como imperador etíope

 

6 – Em setembro de 1974 Selassie foi deposto por um golpe militar, que o manteve prisioneiro até agosto de 1975, quando faleceu oficialmente por complicações em uma operação na próstata. Muitos amigos e familiares não aceitam essa versão, alegando que o imperador foi assassinado em sua cama. Em 1991 os restos mortais dele foram achados no Palácio Presidencial em Adis Abeba e em 2000 foram sepultados em uma grande cerimônia da Igreja Ortodoxa Etíope.

 

7 – Como surgiu a adoração de Haile Selassie como o Deus Vivo dos rastafáris? No começo do século 20, a população jamaicana vivia há pouco tempo livre da escravidão e tinha uma forte influência religiosa protestante (saiba mais aqui). O missionário Marcus Garvey viu na imagem do regente etíope um símbolo de resistência. Para completar, Selassie foi coroado em 1930 e era um rei cristão com nomenclaturas como “Rei dos Reis” e “Leão de Judá”. Então, houve a união de ritos cristãos, misticismo e uma influência pan-africana que pregava a África como a Terra Prometida. Para os rastafári, o antigo imperador etíope é Jah Rastafari, o messias negro.

 

Selassie é conhecido como o messias dos rastafári

 

8 – Haile Selassie pra alguns, Deus para outros, o imperador etíope foi uma grande personalidade do século 20. Centralizador ao extremo, não conseguiu vencer a pobreza extrema em seu país, mesmo tendo implementado reformas importantes. Figura importante para o movimento negro, foi inspiração para Nelson Mandela e Martin Luther King Jr (conheça mais aqui).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •