Batalha de Aljubarrota

Conheça mais sobre essa batalha que mudou os rumos de Portugal

 

Todos sabemos que a Idade Média na Europa foi, no mínimo, bem movimentada. No século 14 a instabilidade era pior ainda, a epidemia de peste negra e o número gigantesco de guerras – em destaque a Guerra dos Cem Anos entre Inglaterra e França – deixavam o clima em cada reino mais tenso. Na Península Ibérica não era diferente: os reinos locais, além de se preocuparem com os territórios muçulmanos na área, guerreavam entre si, mesmo que exibissem laços de parentesco. Foi o que ocorreu entre Portugal e Castela entre 1383 e 1385.

 

Com a morte do rei português D. Fernando, em 1383, a sua única herdeira era casada com D. João I de Castela. Como a jovem tinha se casado com 10 anos de idade(isso mesmo!), a sua mãe e um conde assumiram a regência. No entanto, uma grande parte da população portuguesa não se mostrou satisfeita em ser governada pelo reino vizinho e liderados por D. João de Avis, meio-irmão do rei anterior, se revoltaram contra o monarca de Castela e os regentes.

 

No ano seguinte o exército castelhano invadiu Portugal, fazendo um cerco em Lisboa que duraria meses. Contudo, os espanhóis foram obrigados a recuar. Alguns navios vindos do Porto conseguiram furar o bloqueio e trouxeram alimentos para os portugueses cercados. Outro fator que ajudou a população lisboeta foi o alastramento da peste entre os soldados de Castela. Com isso, a nobreza de Portugal escolheu D. João de Avis o próximo rei, com o título de D. João I, fundador da Casa de Avis (que acabaria com a morte de D. Sebastião).

 

D. João I se tornou rei de Portugal oficialmente em 1385, inaugurando a Casa de Avis no poder

 

Mesmo com a coroação, João de Castela não aceitou o ato e resolveu invadir o reino vizinho com o máximo de sua força militar e o acréscimo de milhares de cavaleiros franceses. Os portugueses que tinham 5 vezes menos tropas conseguiram uma vitória que parecia impossível, graças à estratégia traçada pelo general Nuno Álvares Pereira, que escolheu um terreno favorável para defesa e conseguiu acabar com a cavalaria francesa rapidamente, usando táticas avançadas de batalha. A vitória portuguesa em Aljubarrota (14/08/1385) confirmou a independência do país e o reinado de D. João I de Avis.

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •