Confira 7 fatos sobre Alfred Nobel

Conheça mais sobre a vida do inventor da dinamite e homenageado pelo Prêmio Nobel 

 

1 – Alfred Nobel nasceu em 21 de outubro de 1833 em Estocolmo na Suécia. Filho de uma família rica, se mudou na infância para a Finlândia por conta de dificuldades financeiras dos seus pais. Alguns anos depois seu pai conseguiu se tornar um importante engenheiro na Rússia, o que fez toda a família se mudar para São Petersburgo.

 

2 – Com 16 anos se mostrou um prodígio da Química e seu pai o mandou para se aperfeiçoar na Alemanha, Estados Unidos e França. Nesse período conheceu Ascanio Sobrero, químico italiano que havia descoberto a nitroglicerina em 1847.

 

Alfred Nobel na juventude

 

3 – Começou a pesquisar usos seguros para a nitroglicerina em uma das fábricas do seu pai e depois na Suécia, para onde regressou quando os negócios do seu pai faliram em 1859. Como se sabe, a nitroglicerina é um explosivo líquido extremamente instável, podendo qualquer movimento brusco causar explosões.

 

4 – Em uma das suas experiências com o explosivo seu irmão caçula e outras várias pessoas morreram, o que causou um grande afastamento de Nobel das pessoas próximas e a proibição de experiências com a nitroglicerina pelo governo sueco. Nesse período instalou fábricas na Alemanha e na Noruega para manter seus estudos.

 

 

5 – Após vários anos de pesquisa e experimentos Nobel finalmente conseguiu estabilizar a nitroglicerina. Utilizando o explosivo em uma pasta maleável e absorvente formada por terra, argila e/ou serragem (dentre outras substâncias) o cientista inventou a dinamite em 1866. Com a invenção patenteada no ano seguinte, a intenção do químico sueco era usá-la na mineração e na construção civil. Em 1875 Nobel já era milionário e possuia diversas fábricas de dinamite e poços de petróleo.

 

6 – O cientista também inventou a balistite, um tipo de pólvora para uso militar e a nitroglicerina gelatinizada, um explosivo mais estável e potente.

 

Medalha dada aos vencedores do Prêmio Nobel

 

7 – Nunca se casou ou deixou descendentes, o que o fez deixar em seu testamento uma orientação para a criação de uma fundação que premiaria as pessoas que ajudavam no desenvolvimento da humanidade. Morreu em 1896, na Itália. Em 1900 a Fundação Nobel foi criada e começou a distribuir os Prêmios Nobel em Química, Medicina. Física, Literatura e da Paz. Em 1969 o Prêmio Nobel de Economia foi criado.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •