Construção do Muro de Berlim

Descubra mais sobre esse símbolo da Guerra Fria

 

Um dos maiores símbolos da Guerra Fria, o Muro de Berlim começou a ser construído em 13 de agosto de 1961, após uma ação do governo da Alemanha Oriental. Berlim era dividida em duas partes: o lado ocidental e o lado oriental. O primeiro era vinculado aos países capitalistas (Estados Unidos, Reino Unido e França), enquanto o segundo era ligado à União Soviética, comunista.

 

A história começa ainda na Conferência de Potsdam (confira nossa matéria sobre ela), onde a Alemanha e Berlim foram divididas entre os vitoriosos na Segunda Guerra. A amistosidade acabou quando Stalin, líder dos soviéticos, bloqueou o lado ocidental da capital alemã, que ficava em território oriental. A partir desse episódio, uma crise diplomática se instalou, ocasionando na separação da Alemanha em Ocidental e Oriental.

 

A separação da Alemanha em duas ocorreu em 1949. A Ocidental, chamada de República Federal da Alemanha foi formada com os territórios vinculados aos aliados capitalistas, já a Oriental, denominada República Democrática da Alemanha foi constituída na área delimitada para os soviéticos. Na Copa de 1974 os dois países se enfrentaram, com vitória de 1 x 0 da Alemanha Oriental. A reunificação ocorreu em 1990, com a anexação do lado comunista pela região capitalista.

 

Com o forte crescimento econômico apresentado a partir dos anos 50 pelo lado ocidental do país, que causava uma grande mudança de pessoas para a Berlim Ocidental, e o aumento das tensões decorrentes da Guerra, em 1961 foi decretada, pelo governo oriental, a proibição do trânsito livre entre os dois setores da cidade e a construção de um muro para assegurar que as pessoas não fugissem de uma área para outra. Esta ação ocasionou grande repercussão mundial e o aumento das tensões entre os blocos capitalistas e comunistas.

 

Com o passar dos anos a complexidade do Muro foi aumentada, com a implantação de placas de concreto e várias torres de segurança, além de uma zona minada. Não há uma contagem oficial de pessoas mortas e presas ao tentarem atravessar a barreira, mas o número de óbitos varia entre 140 e mais de 300. Com o declínio da União Soviética e da Alemanha Oriental a continuidade do Muro de Berlim se tornou insustentável. Após 28 anos, em novembro de 1989 as populações dos dois lados da cidade começaram a derrubar o paredão, marcando um dos momentos mais icônicos da história recente da humanidade.

 

Queda do muro de Berlim foi um dos símbolos do fim da Guerra Fria e o início da reunificação alemã
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •