Criação da Constituição dos Estados Unidos

Saiba mais sobre este importante documento

 

O dia 17 de setembro de 1787 marcou a criação da Constituição norte-americana. Um dos documentos legais mais antigos a ainda vigorar, passou por apenas 27 modificações em 230 anos de existência. A Carta Constitucional dos Estados Unidos foi o ponto culminante da Guerra de Independência pela qual o país passou contra o Reino Unido.

 

Pintura retratando a assinatura da Constituição am

 

Após um conflito que durou oito anos, os americanos se viram livres do colonialismo britânico e começaram a organizar o país. Antes da Constituição ser criada e promulgada, os Estados Unidos eram formados por 13 colônias que formaram uma confederação por 10 anos. Os líderes do movimento revolucionário decidiram se unir para discutirem um documento que regulamentaria as regras de funcionamento da nova nação.

 

Após alguns meses de discussão, a Carta Constitucional foi criada inicialmente com 7 artigos. Os três primeiros falam dos três poderes constituídos, definindo regras para escolha dos representantes e instituindo o presidencialismo como forma de governo. Do quarto ao sexto foram definidos os procedimentos do federalismo americano, e o sétimo visava a necessidade dos estados-membros ratificarem o documento.

 

A Carta dos Direitos (Bill of Rights) entrou em vigor em 1791

 

A Constituição entrou em vigor em 1789, após ser ratificada pelos estados no ano anterior. No entanto, faltava a presença dos direitos dos cidadãos. Em 1791 foram acrescentadas 10 emendas constitucionais, chamadas de Bill of Rights (Carta dos Direitos) que incluiu na Carta Constitucional os direitos e liberdades civis dos americanos. No total, foram feitas 27 alterações e mudanças no documento legal. Até hoje, apenas a emenda que instituiu a Lei Seca foi revogada pelos governantes norte-americanos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •