Criação d’A Hora do Brasil (A Voz do Brasil)

Conheça mais sobre o mais antigo programa de rádio do Brasil

 

Sabe quando você está escutando um programa no rádio e ele é interrompido ou acaba exatamente às 19 horas? Pois bem, todos os dias nesse mesmo horário é transmitida A Voz do Brasil, um noticiário criado em 22 de julho de 1935 e mantido pelo Governo Federal até os dias de hoje. Ainda há alguma oposição, mas a maioria dos especialistas dizem que esse é o programa de rádio mais antigo a ser ainda irradiado no Brasil e no Hemisfério Sul.

Quando foi criado pelo então presidente Getúlio Vargas, se chamava A Hora do Brasil. O intuito de Vargas era falar diretamente com todos os brasileiros, principalmente após a instalação do Estado Novo, no qual implantou um regime ditatorial no país. Além dos discursos do governante, o conteúdo era voltado para a música brasileira e para os trabalhadores de todas as partes do Brasil.

 

Antigo panfleto do Governo Vargas contendo trechos d’A Hora do Brasil

 

Em 1962 mudou de nome e também de características, passando a se chamar A Voz do Brasil e disponibilizou tempo do programa para o Poder Legislativo Federal. Com o tempo, foi se tornando mais próximo do público e adicionou cinco minutos de programa para o Poder Judiciário. Atualmente o programa é dividido em 4 trechos: 25 minutos para o Poder Executivo, 5 minutos para o Judiciário, 10 minutos para o Senado Federal e 20 minutos para a Câmara dos deputados.

O programa em teoria é obrigatório para todas as rádios no Brasil, mas já houve precedentes judiciais que dispensaram algumas rádios de São Paulo e do Rio Grande do Sul de o transmitirem. Em 2014, uma medida provisória da Presidência da República permitiu a flexibilização da transmissão d’A Voz do Brasil, liberando a transmissão entre 19h e 22h.

 

A música-tema do programa é Il Guarany (O Guarani), de Antônio Carlos Gomes, escute:

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •