Independência de Malta

Conheça mais sobre este fascinante lugar

 

Malta é um dos países mais interessantes do mundo. Um pequeno arquipélago no Mar Mediterrâneo entre a Europa e a África passou pelas mãos de vários povos, reinos e impérios durante sua história. Sua independência veio apenas em 21 de setembro de 1964, conseguindo se libertar do Reino Unido. Vamos conhecer um pouco mais deste lugar.

 

Malta só tem 316 km²

 

A história de Malta começa ainda na Pré-História com o estabelecimento de agricultores e pescadores na ilha. Logo após foi dominada pelos fenícios, gregos e romanos. Na Idade Média ficou sob controle de diversos povos diferentes: bizantinos, árabes, sicilianos e espanhóis. Logo depois foi cedida aos Cavaleiros Hospitalários (ou Ordem de Malta) que a controlou até a invasão de Napoleão Bonaparte. Em 1800 foi conquistada pelos ingleses e permaneceu sob o jugo do Reino Unido até sua independência em 1964.

 

A língua maltesa é única no mundo: de origem semítica (parente do árabe e do hebraico), utiliza o alfabeto latino como os demais idiomas ocidentais. O maltês teve mais influências do árabe e do italiano, com alguma interferência do inglês por conta do longo período de dominação britânica na ilha. A capital do país se chama Valletta e a população total do arquipélago é de aproximadamente 430 mil habitantes. O catolicismo é a religião predominante na localidade.

 

Vista da capital Valletta

 

Por conta da pequena extensão territorial, Malta tem que importar alimentos, água e até energia de outros países. A força do país está no turismo e no comércio, que obtém artigos da África e da Europa. O país aderiu à União Europeia (saiba mais aqui) em 2004 e utiliza o Euro como moeda desde 2008. Malta tem um alto grau de desenvolvimento e ótimos indicadores na saúde e educação. Ficou curioso para conhecer o arquipélago? Nós do dBlog também!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •