Prefeitos de Garanhuns – Parte 2

Confira a segunda parte desta história

 

Por Audálio Machado

 

Continuando a lista dos prefeitos de Garanhuns, partimos dos indivíduos que comandaram a Prefeitura após 1947, ano que pôs fim ao cargo de interventor indicado pelo governador do estado. Todas as pessoas presentes nesta segunda parte da lista foram eleitas democraticamente, salvo algum prefeito que assumiu interinamente e ficou seis meses ou mais no cargo. Confira a relação dos prefeitos de 1948 até a atualidade:

 

Luiz da Silva Guerra (1948-1951): Se destacou pela melhoria de praças e jardins, calçamento de algumas ruas e construção de escolas municipais. Renunciou seis meses antes de completar seu mandato.

 

Abdias de Noronha Branco (1951): Ficou no poder por apenas um semestre, assumindo após a renúncia do prefeito anterior. Fez algumas obras de pavimentação e iluminação pública.

 

Francisco Simão dos Santos Figueira (1955-1959): Já havia assumido interinamente duas vezes. No seu mandato de 4 anos organizou a infraestrutura dos principais distritos da cidade. As melhorias foram tão grandes que permitiram que Brejão, Caetés, Paranatama e São João se tornassem municípios autônomos menos de 10 anos depois. Na sede, construiu um cemitério e a Escola Artur Maia, além de investir no calçamento e saneamento de várias áreas. Durante sua gestão foi considerado um dos melhores prefeitos do Brasil.

 

Aloísio Souto Pinto (1959-1963): O principal destaque do seu governo foi o calçamento e o saneamento de várias ruas. Também é lembrado pela construção de pontes e passagens na zona rural, a edificação de uma biblioteca municipal e a reformulação da Av. Santo Antônio. Sua administração teve grande aprovação da população.

 

Amílcar da Mota Valença (1963-1969 e 1973-1977): Conhecido por visitar outras cidades no Brasil e no exterior para buscar inspiração na administração de Garanhuns. Fundou o Colégio Municipal e a FAGA (atual AESGA), construiu o Mercado Público Municipal e a Central de Abastecimento de Garanhuns (CEAGA) e implantou Terminais Rodoviários. Além destes feitos, realizou obras de calçamento, saneamento e reforma/criação de praças.

 

Luiz Souto Dourado (1969-1972): Transformou a antiga estação rodoviária no Centro Cultural, construiu a Praça Guadalajara (atual Praça Mestre Dominguinhos) e investiu na infraestrutura do município, com o calçamento de ruas e a reforma de prédios públicos.

 

Ivo Tinô do Amaral (1977-1982 e 1989-1992): no primeiro mandato se destacou na construção de galerias para escoamento d’água, calçamento de ruas e a implantação do Relógio de Flores, um dos principais pontos turísticos de Garanhuns. Em seu segundo mandato também enfatizou as obras de infraestrutura, mas também implantou Planos Diretores em algumas áreas e realizou o primeiro Festival de Inverno de Garanhuns, em 1991. Foi deputado estadual por duas legislaturas. Confira nossa entrevista com Ivo Amaral e a reportagem sobre a história do FIG.

 

José Ferreira Filho (1982-1983): Assumiu o cargo pois tanto o prefeito, quanto o vice saíram da prefeitura para serem deputados estaduais. Ficou por pouco tempo na Prefeitura, só finalizando algumas obras da gestão anterior.

 

José Inácio Rodrigues (1983-1988): Focou seu mandato na construção e reforma de escolas na cidade e zona rural, pavimentação de várias vias, instalação do transporte coletivo (ônibus) no município e criação da fonte luminosa, na Praça Souto Filho.

 

Bartolomeu Magno Souto Quidute (1993-1996): implantou o plano de cargos e carreiras dos servidores municipais e a Procuradoria Municipal. Também foi responsável pela construção do CAIC e aplicou melhorias na AESGA. Reformou a CEAGA e o Mercado Municipal e revitalizou o Parque Ruben van der Linden (Pau-Pombo) e o Parque Euclides Dourado.

 

Silvino de Andrade Duarte (1997-2000 e 2001-2004): Nos oito anos à frente da Prefeitura se destacou pela criação do Pop Shop; revitalização do Cristo do Magano e Parque Euclides Dourado; implementou o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSG); reforma da Esplanada Guadalajara (atual Praça Mestre Dominguinhos); implantação da Zona Azul; regularização dos mototaxistas e elaboração do Polo Heliópolis.

 

Luiz Carlos de Oliveira (2005-2008 e 2009-2012): Nos dois mandatos fez ações e obras em todas as áreas, mas nenhuma de grande destaque. Foi responsável pela pavimentação de ruas nos bairros periféricos e nos distritos e pela reforma e construção de diversas praças.

 

Izaías Régis Neto (2013-2016 e 2017-): O atual prefeito do município até o momento realizou as seguintes atividades de destaque: implantação do planetário; melhoria do Parque Euclides Dourado; calçamento de várias vias públicas; modernizou a iluminação do município, com as lâmpadas de LED em diversas ruas e criação do Festival Viva Dominguinhos. Também investiu na aquisição de veículos para a prefeitura, transporte escolar e ambulâncias.

 

Confira as fotos de todos os prefeitos do período (1948-atualmente)

 

Arrow
Arrow
Prefeitos de Garanhuns (1948-atualmente) - Fotos de todos os prefeitos do período!
Slider

 

Referências:

 

GUEDES, José Carlos de Souza. História de Garanhuns: da Colônia à República. Garanhuns-PE, 2016. 242 p.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •