Pessoas

5 curiosidades sobre George Orwell

Conheça mais sobre esse escritor britânico

 

1 – Infância e juventude

Eric Arthur Blair, conhecido mundialmente por seu pseudônimo George Orwell, foi um jornalista e escritor britânico nascido em 25 de junho de 1903. Natural de Motihari, na Índia, era filho de um funcionário público inglês que trabalhava na colônia do Reino Unido. Sua mãe o levou para a Inglaterra com apenas um ano e seu pai se transferiu para a Irlanda. Ele só o veria poucas vezes até 1912. Na infância, conseguiu uma bolsa em um internato católico e desde cedo demonstrava que queria escrever. Na adolescência conseguiu bolsas nas duas melhores da Inglaterra, mas suas baixas notas e as dificuldades financeiras da família o impediram de cursar a faculdade.

 

 

Antiga casa de Orwell em 77 Parliament Hill, Hampstead , Londres

 

2 – Vida na colônia

Saído do ensino médio em 1921, Blair foi morar na Birmânia (atual Myanmar), colônia britânica na Ásia. Ele foi encontrar uma das avós que morava lá e também pretendia fazer parte da polícia colonial. Ele se tornou oficial subdivisional em pouco tempo, sendo responsável pela segurança de milhares de pessoas. Em 1924 se tornou Assistente de Superintendência Distrital. Em 1927, contraiu dengue e retornou para a Inglaterra, onde decidiu largar a carreira policial e se tornar escritor. Da sua experiência na Birmânia saíram várias obras literárias.

 

O nome da caneta George Orwell foi inspirado no rio Orwell no condado de Suffolk.

 

3 – Londres e Paris

Decidiu se mudar para Londres, onde viveu em alojamentos populares e em favelas mesmo sem precisar. Blair queria aprender mais sobre as pessoas de uma classe social diferente da sua. Mudando-se para Paris em 1928 fez a mesma coisa, vivendo como mendigo e recorrendo a uma tia sua para alguma ajuda financeira. Mesmo com esse estilo de vida, o futuro George Orwell se tornou um jornalista reconhecido. Dessas experiências nas capitais da Inglaterra e França, saiu seu primeiro livro em 1933.

 

O tempo de Orwell como livreiro é comemorado com esta placa em Hampstead.

 

4 – Obra

Nos anos 30 começou a ter seus romances, livros jornalísticos e ensaios publicados. Começou a utilizar o pseudônimo George Orwell. Comunista durante sua juventude, Blair percebeu que os regimes do tipo eram totalitários, assim como os de Hitler e Mussolini. Desse modo, partiu para a Espanha para ajudar as tropas rebeldes que lutavam contra as forças do futuro ditador espanhol Francisco Franco (saiba mais aqui). No conflito, foi ferido no pescoço e sofreu danos nas cordas vocais, o que deu um tom mais agudo a sua voz. Ele escreveu um livro sobre suas experiências na Espanha.

 

A praça em Barcelona renomeou em homenagem a Orwell

 

5 – Últimos anos

Nos anos 40 vieram as principais obras de George Orwell: “A Revolução dos Bichos” (1945) e “1984” (1949). O último livro era uma grande crítica ao totalitarismo, inclusive. Em uma realidade distópica que apresentava um mundo em constante guerra, apenas um homem apresenta uma mentalidade coerente em relação à liberdade. Mesmo escrevendo estas grandes obras que ficaram para a posteridade, Eric Arthur Blair faleceu em 1950 em relativo anonimato. Tinha 46 anos de idade quando a tuberculose o levou. Nos seus momentos finais pediu para ter um funeral tradicional, mesmo sendo ateu. Seu famoso pseudônimo não foi citado na sua lápide.

 

Sepultura de George Orwell em Sutton Courtenay , Oxfordshire
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas