5 curiosidades sobre Lavinia Fontana

Conheça mais sobre essa pintora italina

 

1 – Uma breve biografia

Nascida em 24 de agosto de 1552, Lavinia Fontana foi uma pintora italiana que ficou considerada por ser a primeira mulher artista, trabalhando dentro da mesma esfera que seus colegas do sexo masculino, fora de um tribunal ou convento. Outro papel de destaque como mulher foi o de pintar nus femininos, chegado a usar modelos femininos nus ao vivo, algo atípico da época.

 

Retrato de uma senhora com um lapdog.

 

2 – Primeiros trabalhos

Fontana nasceu em Bolonha. Filha do pintor Prospero Fontana, um proeminente pintor da Escola de Bolonha, continuou com o negócio da família, algo considerado típico na época. Seu primeiro trabalho conhecido, “Monkey Child”, foi pintado em 1575, aos 23 anos de idade. No início de sua carreira, ela era mais famosa por pintar moradores de classe alta, notavelmente mulheres nobres. Mesmo que seu gênero tenha atrapalhado sua carreira em uma sociedade menos acostumada a artistas do sexo feminino, isso pode ter deixado as mulheres mais à vontade para ela.

 

Lavinia Fontana, Minerva Dressing , 1613, óleo sobre tela, Galleria Borghese , Roma.

 

3 – Carreira

Seus relacionamentos com clientes do sexo feminino eram muitas vezes incomumente quentes; várias mulheres que se sentaram para retratos pintados por Fontana. Ela começou sua prática comercial pintando pequenas pinturas devocionais em cobre, que tinham apelo popular como presentes papais e diplomáticos, dado o valor e o brilho do metal. Mais tarde, ela criou pinturas de grande escala com temas religiosos e mitológicos que às vezes incluíam nus femininos.

 

Bianca degli Utili Maselli e seis de seus filhos.

 

4 – Vida pessoal

Fontana casou-se com Paolo Zappi em 1577 e deu à luz 11 filhos, embora apenas 3 sobrevivessem a ela. Depois do casamento, Fontana continuou a pintar para sustentar sua família. Zappi cuidou da casa e serviu como assistente de pintura para sua esposa, incluindo a pintura de elementos menores de pinturas como cortinas. Fontana frequentou a Universidade de Bolonha e completou a graduação em 1580.

 

Lavinia Fontana, medalha de elenco, Anverso, Dia. 67 m. (2,64 polegadas) desenhado por Felice Antonio Casone (1611). Museu Britânico, Londres.

5 – Anos finais
Fontana e sua família se mudaram para Roma em 1603, a convite do Papa Clemente VIII. Ela ganhou o patrocínio do Buoncompagni, do qual o Papa Gregório XIII era um membro. Ela foi eleita para a Accademia di San Luca de Roma e morreu nessa cidade em 11 de agosto de 1614. Existem mais de 100 trabalhos documentados, mas apenas 32 trabalhos assinados e datados são conhecidos hoje. Há mais 25 que podem ser atribuídos a ela, fazendo dela a maior obra para qualquer artista feminina antes de 1700.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •