Lugares

5 fatos sobre a Guerra dos Pastéis

Conheça mais acerca desta guerra entre a França e o México

 

1 – A Primeira Intervenção Francesa no México, ou Guerra dos Pastéis foi um conflito armado que durou de 27 de novembro de 1838 a 9 de março de 1839. Após se tornarem independentes da Espanha, os mexicanos formaram uma República de conjuntura política extremamente conturbada. Vários presidentes se revezavam no cargo, muitos deles tentando estabelecer ditaduras e ganhos próprios. Em 1835, o Texas, uma importante província mexicana havia se tornado independente (saiba mais aqui). Ou seja, o México vivia um período difícil na década de 1830.

 

A imagem acima mostra o território do México antes de perder o Texas (em vermelho) e diversos territórios para os Estados Unidos (acima da linha vermelha)

 

2 – Para completar a situação calamitosa, o governo mexicano devia muito aos países europeus. A França usou um bode expiatório para tentar reaver parte da dívida mexicana: um pasteleiro chamado Remontel afirmava que teve um prejuízo de 60.000 Pesos em produtos em um conflito que acontecera na década anterior. Após 10 anos tentando recuperar seu dinheiro com o governo mexicano sem sucesso, o pasteleiro recorreu ao rei francês Luís Filipe I. O governante francês ordenou o pagamento de 600.000 Pesos pelos mexicanos, valor extremamente elevado. Na verdade, o México tinha uma dívida de milhões de dólares com os franceses.

 

Luís Filipe I

 

3 – Com a negativa do governo mexicano, uma frota naval francesa foi enviada para a região de Veracruz. Um embaixador francês havia dado um ultimato até o dia 15 de abril, que se não fosse cumprido, acarretaria a invasão do país. As ordens da França não foram cumpridas, o que causou o bloqueio dos importantes portos de Veracruz e Tampico pela Marinha Francesa. O bloqueio durou 8 meses, mas os mexicanos conseguiram achar uma saída utilizando os portos do Texas. Após a teimosia do México, mais 20 navios franceses chegaram na costa da nação latina. No fim de novembro de 1838 a frota francesa abriu fogo contra uma fortaleza que protegia Veracruz, iniciando oficialmente o conflito.

 

Quadro retratando a invasão francesa à Baía de Veracruz

 

4 – A resistência dos mexicanos foi praticamente nula: uma semana depois a cidade já estava ocupada. Sabendo do fato, Antonio López de Santa Anna, famoso general e político mexicano que estava em sua cidade natal, Xalapa, juntou uma tropa de 3000 soldados para recuperar Veracruz. Santa Anna havia sido o responsável militar pela derrota contra os texanos 3 anos antes. Ele foi um importante personagem do início da República mexicana, tendo sido presidente do México por 11 vezes em um período de 22 anos – fato que mostra as sérias dificuldades mexicanas no cenário político interno.

 

Antônio López de Santa Anna em 1853

 

5 – No momento em que Santa Anna chegou em Veracruz, já havia mais de 30.000 soldados franceses estabelecidos na cidade. Com uma força 10 vezes menor, o general latino sofreu uma terrível derrota, com a perda de metade das tropas. Ele mesmo foi ferido seriamente na perna, que depois teria que ser amputada. Com grandes interesses econômicos no mercado mexicano, o Reino Unido decidiu intervir na guerra. Fazendo a intermediação entre as partes, os ingleses conseguiram marcar um encontro em Veracruz no dia 9 de março de 1839. Nesta data, o tratado de paz foi assinado e os mexicanos aceitaram pagar os 600.000 pesos requeridos anteriormente pela França. Nas décadas seguintes o México ainda entraria em conflito contra os Estados Unidos, no qual perderia grandes extensões de terra no norte do país.

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas