Pessoas

5 fatos sobre Forbes Burnham

Conheça mais sobre esse importante político

 

1 – Linden Forbes Sampson Burnham foi um importante político guianês, responsável por ser o primeiro governante de uma Guiana independente. Nascido nos subúrbios de Georgetown, capital do então território inglês, estudou na melhor escola da colônia, a Queen’s College. Em 1942 ganhou a bolsa de melhor estudante de toda a Guiana Inglesa, indo cursar Direito na London School of Economics.

 

“O primeiro-ministro Forbes Burnham e o presidente Lyndon B. Johnson, The White House, 21 de julho de 1966”.

 

2 – Formou-se em 1948, voltando para o país no ano seguinte. Pelo contato com outros futuros líderes americanos e africanos, Forbes Burnham se motivou a criar um novo partido no seu país de origem. Uniu-se com o líder dos descendentes indianos da Guiana Cheddi Jagan e criaram o Partido Progressista do Povo (PPP). Os primeiros anos da agremiação política foram muito bem-sucedidos, com a vitória nas eleições nacionais. Burnham foi nomeado Ministro da Educação. Contudo, pelas diferenças ideológicas entre os dois chefes partidários, a aliança se rompeu: o líder indo-guianês era mais ligado ao socialismo, enquanto o político afro-americano era mais conservador e vinculado aos desejos dos Estados Unidos e da metrópole, o Reino Unido.

 

Forbes Burnham encontra o prefeito Dennison. Eles trocaram presentes e sugestões de geografia na prefeitura.

 

3 – Dessa forma, Forbes Burnham e uma facção do PPP fundaram o Partido do Congresso Nacional (PNC) em 1957. Mesmo com a experiência e a força dos setores afro-guianenses (maioria da população), Cheddi Jagan venceu as eleições de 1957 e 1961. As vitórias do socialista acenderam o sinal de alerta entre os britânicos, que detinham o controle da Guiana. Então, em 1964, o PPP conseguiu 46% e o PNC 41%, mas o partido de direita TUF (12%) preferiu se unir ao partido de Burnham, que então se tornou primeiro-ministro do território.

 

Burnham (terceiro da esquerda) como parte do gabinete do PPP em 1953. Terceiro da direita é Jagan.

 

4 – Em 1966 negociou com o Reino Unido a Independência da Guiana Inglesa (que passou a se chamar apenas Guiana). Até 1970 manteve-se moderado e pró-Estados Unidos, abrindo o país para o capital estrangeiro. Porém, na década de 70 iniciou um grande guinada à esquerda, firmando acordos com a União Soviética, a Coreia do Norte e Cuba. Fechou a economia para importações e nacionalizou as principais indústrias da nação, com o intuito dos guianenses produzirem seus próprios produtos. Tornou a Guiana em uma República Cooperativa.

 

Guiana lembra Forbes Burnham – O presidente Granger elogia sua “liderança extraordinária, exemplar e visionária” da nossa nova nação.

5 – Se manteve como primeiro-ministro até 1980, quando uma mudança constitucional transformou o presidente em uma figura mais forte do que o premier. Desse modo, deixou o cargo anterior e foi eleito presidente no mesmo ano. Permaneceu governando o país até 1985, quando faleceu durante uma operação na garganta. Em dois casamentos deixou 6 filhos (um adotado e cinco biológicos). Forbes Burnham ficou eternizado na Guiana como um dos maiores políticos da sua curta história independente.

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas