Pessoas

5 fatos sobre Frederick Gowland Hopkins

Conheça mais sobre esse bioquímico britânico

 

1 – Infância e Juventude

Frederick Gowland Hopkins foi um bioquímico britânico nascido em 20 de junho de 1861. Ele ficou conhecido por sua pesquisa na área de vitaminas e aminoácidos humanos. Natural de Eastbourne, estudou em um colégio de elite e posteriormente cursou Medicina na Universidade de Londres e na King’s College.

 

Ernest Gale com Sir Frederick Gowland Hopkins, 1941.

 

2 – Início da carreira

Entre 1894 e 1898, Hopkins ensinou Psicologia e toxicologia no Guy’s Hospital em Londres. No final do Século 19 se casou com Jessie Anne Stephens, com quem teve três filhos. Ainda em 1898 ele foi convidado por um colega para pesquisar os aspectos químicos da psicologia na Universidade de Cambridge. A Bioquímica ainda não era uma área separada da ciência, então o cientista britânico se considerava um psicólogo químico. Sua descoberta inicial foi o aminoácido triptofano. Em 1902 conseguiu seu doutorado na Universidade de Londres.

 

Membros do Frederick Gowland Hopkins  – Department of Biochemistry, 1917.

 

3 – Auge

Após a primeira descoberta, Hopkins percebeu que o triptofano não é produzido pelos seres humanos, tendo que ser ingerido via alimentação. Desse modo, desenvolveu a hipótese de que vários outros aminoácidos tinham que ser conseguidos por meio do consumo diário de nutrientes. O cientista, após experimentos com ratos, percebeu que os animais só conseguiam crescer e se manter com uma dieta à base de leite de vaca, em detrimento à leite artificial. Ele então percebeu que nutrientes especiais ajudavam os seres vivos a se desenvolverem. Mais tarde, essas substâncias ficaram conhecidas como vitaminas.

 

Frederick Gowland Hopkins

 

4 – Mais descobertas

Além do descobrimento das vitaminas, Hopkins e seus colaboradores também perceberam o acúmulo de ácido láctico nos músculos após muito exercício físico. Esse fato é o principal causador das cãibras. Mesmo com todos esses avanços, seu principal trabalho sobre a presença desses “nutrientes especiais” só foi publicado em 1912. Na Primeira Guerra Mundial, defendeu o enriquecimento das rações militares britânicas com vitaminas. Por fim, na década de 20 descobriu o antioxidante glutationa, formado por 3 aminoácidos. Essa substância é importantíssima na metabolização de várias outras dentro das células.

 

Frederick Gowland Hopkins – Editors, TheFamousPeople.com

 

5 – Reconhecimento

Por seu grande trabalho, foi condecorado com o título de “Sir” em 1925. Também ganhou diversos prêmios e medalhas no mundo científico. Para completar, ganhou o Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia (saiba mais aqui) em conjunto com Christiaan Eijkman pelas pesquisas dos dois sobre as vitaminas. Ainda ganhou a Ordem do Mérito em 1935, maior honraria civil britânica. Em 1943, se aposentou da Universidade de Cambridge e viveu uma vida tranquila até falecer aos 85 anos, no ano de 1947.

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas