Pessoas

5 fatos sobre Gottfried Leibniz

Conheça mais sobre esse importante alemão

 

1 – Infância e Juventude

Gottfried Wilhelm Leibniz foi um importante filósofo, cientista e matemático alemão nascido em 1° de julho de 1646. Natural de Leipzig, ficou órfão de pai com apenas seis anos. Sua mãe lhe deu uma educação rigorosa em preceitos religiosos. Muito inteligente, aprendia por conta própria diversos temas. Com apenas 14 anos adentrou na Universidade de Leipzig, onde estudou Filosofia até 1663. Em 1666 se formou em Direito pela Universidade de Altburg.

 

Gottfried Wilhelm Leibniz

 

2 – A genialidade começa a aparecer

Sua tese de doutoramento em Direito trata da Análise Combinatória, abrindo espaço para uma área muito utilizada da Matemática nos dias atuais. Aos poucos foi chegando a um nível de conhecimento muito à frente do seu tempo. Antes dos 30 anos inventou uma máquina de calcular as quatro operações algébricas. Por este feito, foi indicado membro da Royal Society em Londres.

 

Estátua Gottfried Wilhelm Leibniz.

 

3 – O cálculo

Em 1677, Leibniz publicou uma obra em que tratava do cálculo infinitesimal. Seu teorema fundamental do cálculo foi amplamente difundido na Europa. Ele havia chegado às mesmas conclusões que Isaac Newton (saiba mais aqui) havia chegado uma década antes, contudo, não tinha publicado suas descobertas sobre o tema. Até o começo do Século 18 sua obra sobre este tópico foi a mais utilizada no continente.

 

Sofia de Hanôver homenageia Leibniz com uma coroa de louros.

 

4 – Vida na aristocracia

Leibniz trabalhou como conselheiro e diplomata da vasta nobreza do Sacro Império Romano-Germânico. Tinha o sonho de acabar com as grandes diferenças entre as várias províncias do reino. Foi empregado por 40 anos da Família Brunswick, que permitia seus estudos e viagens de pesquisa. Conheceu a Itália, França e Áustria. Em 1700 fundou a Academia de Ciências da Prússia, sendo o primeiro presidente da instituição.

 

Sepultura de Leibniz.

 

5 – Fim da vida e legado

Gottfried Leibniz acabou falecendo em Hannover de problemas reumáticos. Morreu aos 70 anos em 1716 no total esquecimento. Apenas seu secretário pessoal estava presente na sua morte. Sua fama cresceu após a descoberta de muitos escritos sobre os mais diversos temas: filosofia, direito, matemática, física, política, dentre outros. É notório que o polímata alemão foi uma das mais brilhantes mentes que já pisaram na Terra.

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas