Pessoas

5 fatos sobre João Pessoa

Conheça mais sobre essa importante cidade

 

1 – Todos conhecem João Pessoa como a capital da Paraíba, mas quem é a pessoa por traz do nome? Nascido na cidade de Umbuzeiro no dia 24 de janeiro de 1878, João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque foi um importante político e advogado paraibano. Filho de um coronel e de uma irmã do ex-presidente Epitácio Pessoa (saiba mais aqui), durante a infância e juventude se mudou para várias cidades do Brasil até chegar em Recife, onde se formou em Direito em 1904.

 

 

João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque

 

2 – Morou na capital pernambucana até 1911, onde advogou. Nesse interim casou-se em 1905 com uma filha do ex-governador de Pernambuco Sigismundo Gonçalves. Então, foi para o Rio de Janeiro para ser auditor auxiliar da Fazenda, na área da Marinha. Em 1918 tornou-se auditor geral. Em 1920, houve uma reforma na Justiça Militar e João Pessoa foi indicado para o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Militar (STM).

 

Jornal informando o assassinato de João Pessoa

 

3 – Permaneceu até 1928 como Ministro do STM, quando saiu para ser candidato a Presidente (governador) da Paraíba. Eleito, notabilizou-se por tentar uma reforma administrativa no governo estadual. Foi responsável por sanear as finanças do estado, através do aumento da tributação e por meio de políticas de austeridade.

 

Getúlio Vargas e João Pessoa, pouco antes da Revolução de 1930.

 

4 – Em 1930, foi candidato a vice-presidente do Brasil, na chapa de Getúlio Vargas. Ele mantinha o cargo de presidente da Paraíba. Em uma disputa acirrada, perderam as eleições para o candidato da situação, Júlio Prestes. Em julho de 1930, o jornalista João Dantas, adversário político de João Pessoa, o assassinou a tiros em uma confeitaria no centro do Recife. Esse fato marcou a vida política brasileira, fazendo eclodir a Revolução de 30, liderada por Vargas, que tomou o poder.

 

Telegrama da “Rádio Cruzeiro”, noticiando o assassinato de João Pessoa.

 

5 – O corpo de João Pessoa foi levado para a capital do seu estado natal, ainda chamada Parahyba. Em setembro de 1930, o nome da cidade foi mudado para João Pessoa. O nome “Nego” na bandeira da Paraíba também é uma homenagem ao político paraibano. O termo se refere a uma carta de Pessoa a um deputado em 1929, avisando que não apoiaria a candidatura de Júlio Prestes no ano seguinte.

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas