5 fatos sobre Kim Jong-il

Saiba mais sobre o polêmico líder norte-coreano

 

1 – Kim Jong-il foi o ditador da Coreia do Norte de 1994 a 2011. Nascido em 16 de fevereiro de 1941 (pelos registros soviéticos) ou 1942 (segundo os registros norte-coreanos), era filho do primeiro líder comunista do país, Kim Il-Sung. A maioria dos historiadores e pesquisadores afirma que o chefe político e militar nasceu na União Soviética durante a resistência coreana à invasão japonesa. Seu nome original seria Yuri Irsenovich Kim. Porém, de acordo com a história de sua nação, ele nasceu em um monte sagrado na Coreia do Norte. A versão russa é a mais aceita!

 

Kim Jong-il ainda jovem

 

2 – Com a eclosão da Guerra da Coreia, em que seu pai liderava as tropas do Norte com apoio da China e da União Soviética, Kim Jong-il fez a maior parte da sua educação no território chinês. De volta a Coreia do Norte, estudou Ciência Política e Economia, se graduando em 1964. A partir deste momento foi subindo lentamente na hierarquia do Partido Comunista Norte-Coreano.

 

Kim Jong-il e o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, em 2011.

 

3 – Em 1973 teve sua primeira grande chance, como Secretário de Propaganda do Partido Comunista. Uma de suas ações foi sequestrar um casal de cineastas sul-coreanos para melhorar a qualidade dos filmes na Coreia do Norte. Ainda na década de 70 foi escolhido como sucessor do seu pai. O culto a personalidade foi sendo passado a Kim Jong-il, da mesma forma que era praticada com Kim Il-Sung. Ainda foi Ministro da Cultura.

 

Líderes norte-coreanos: Kim Il-Sung (direita), Kim Jong-il (centro) e Kim Jong-un (esquerda)

 

4 – No decorrer dos anos 80 assumiu o controle do Partido Comunista. Em 1991 foi declarado o Comandante das Forças Armadas norte-coreanas. Com a morte do seu pai em 1994, Kim Jong-il assumiu o governo da Coreia do Norte e implantou a polêmica ideologia Juche, que prega a completa autossuficiência do país. Ele decretou que deveria ser oficialmente chamado de Líder Supremo. Vivia uma vida luxuosa, regada de prostitutas e comida e bebida caríssimas, enquanto a população estava na miséria. É possível que aproximadamente 2 milhões de pessoas tenham morrido de fome durante seu mandato de 17 anos.

 

Estátuas construídas na capital da Coreia do Norte, Pyongyang, para homenagear Kim Il-Sung e Kim Jong-il, após a morte do segundo.

 

5 – De personalidade difícil, não aceitava oposição. Mandou executar centenas de opositores. É dito que organizou campos de trabalhos forçados no país. Também retomou os testes nucleares no país a partir de 2006, saindo do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares. Teve uma vida reclusa e pouco se sabia do seu dia a dia, ou quantos filhos e esposas teve realmente. Usava sapatos especiais para aumentar sua estatura. Teve um derrame cerebral em 2008, que deixou sua saúde frágil. Em 2011, Kim Jong-Il faleceu em decorrência de um ataque cardíaco, deixando o governo da Coreia do Norte nas mãos do filho Kim Jong-un.

 

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •