Lugares

7 curiosidades sobre o Chade

Conheça mais sobre esse país africano

 

1 – Informações gerais

A República do Chade (ou Tchad) é um país africano situado abaixo do Deserto do Saara. Faz fronteira com a Líbia, o Sudão, Níger, a Nigéria, Camarões e a República Centro-Africana. O país é um dos menos desenvolvidos do mundo, convivendo frequentemente com a miséria e as secas. Conseguiu sua independência da França em 11 de agosto de 1960.

 

A bandeira do Chade é um tricolor vertical consistindo (da esquerda para a direita) de uma coluna azul, dourada e vermelha. Estes foram destinados a ser uma combinação das cores azul, branco e vermelho, como visto na bandeira da França, com as cores pan-africanas de verde, amarelo e vermelho. Além disso, o azul representa o céu e a esperança; o ouro é o sol e o deserto, e o vermelho significa o derramamento de sangue sobre a independência.

 

2 – Demografia

Com cerca de 14 milhões de habitantes, o Chade tem apenas 30% da sua população vivendo nas cidades. A maior delas é N’Djamena com aproximadamente 1 milhão de moradores, e que também é a capital do país. Por conta da região desértica do norte, a maioria da população vive no sul. Há mais de 200 grupos étnicos vivendo no território chadiano. Mesmo que o francês o árabe sejam os idiomas oficiais, há mais de 100 línguas tribais difundidas na nação. Cerca de 60% da população é muçulmana, 23% cristã (católicos e evangélicos) e 15% segue crenças tradicionais, como o animismo.

 

Localização da República do Chade no Mapa Múndi.

 

3 – Geografia

Com mais de 1,2 milhão de km², o Chade é um dos maiores países do mundo, no entanto, é um dos menos povoados, pelo fato da sua faixa norte estar no Deserto do Saara. A área central do país fica localizada na região localizada Sahel, caracterizada pelo clima semiárido. O Sul é abastecido pelo Lago Chade, principal fonte de água de vários países da região. O nome do país surgiu desta beleza natural. O território sulista também é caracterizado pelas savanas e certa diversidade na fauna e flora. O ponto mais alto do país é o Emi Koussi, um vulcão inativo localizado no Saara. A montanha possui 3.445 m.

 

Comércio chadiano de trajes típicos

 

4 – Política

O Chade é uma república presidencialista comandada por Idriss Déby, governante desde 1990. O país sofre com a extensa corrupção e várias crises políticas e sociais desde que Déby assumiu. Ele controla a maioria das instituições do país, inclusive a Assembleia Nacional, composta por 155 membros. A nação ainda é dividida em 23 distritos com a capital. Esses distritos funcionam como estados, possuindo governadores indicados pelo presidente.

 

Hospital de maternidade no Chade. Ainda que tenha melhorado, a infraestrutura do Chade segue sendo menos desenvolvido que a de seus vizinhos do norte

 

5 – Economia

Chade é um dos países mais pobres do mundo: o Índice de Desenvolvimento de 0,396 – 4° mais baixo do mundo – prova isso. A maioria da população vive da agricultura e pecuária de subsistência. Quase 80% dos chadianos vivem abaixo da linha de pobreza estabelecida pela ONU. Os principais produtos do país são o algodão e o petróleo descoberto neste século. A nação recebe ajuda constante da França, Banco Mundial e outras organizações internacionais.

 

Mulheres carregando baldes de água na cabeça, em Mao. O acesso à água potável também é um dos graves problemas enfrentados pela população do Chade

 

6 – História

Desde 700 a.C. existem assentamentos humanos no território chadiano. No entanto, a primeira civilização complexa que se estabeleceu na área foi a Sao, que na Idade Média foi anexada pelo Império de Canem. Após anos sendo dominado pelos reinos que surgiam na região, no início do Século 20 o Chade foi incorporado aos domínios franceses da África. Após anos de um governo focado apenas na produção do algodão, a população principalmente do sul se uniu para emancipar o país. A independência ocorreu em 1960, mas logo o primeiro presidente se tornou um ditador, o que causou uma guerra civil em 1965. Este conflito durou até 1987, com direito a tomada da capital por rebeldes, o assassinato do presidente e a invasão da Líbia, que pretendia dominar o país. O novo ditador, Hissène Habré, foi extremamente violento, matando milhares de pessoas em seu governo. Em 1990, sofreu um golpe militar perpetrado por Idriss Déby, que se mantém no poder. Uma nova guerra civil ocorreu entre 2005 e 2010, o que acarretou mais atraso ao país.

 

Ao derrotar e assassinar Rabi Zubair em 22 de abril de 1900, na Batalha de Cusseri, a França liberou o maior obstáculo que tinha à colonização do Chade

 

7 – Cultura

Por conta das centenas de grupos étnicos que habitam o país, o Chade possui vasta diversidade cultural. Neste setor, o governo tem se empenhado em salvaguardar esse patrimônio, criando museus e centros culturais. Há vários instrumentos musicais característicos do território chadiano, assim como alguns pratos típicos e bebidas alcoólicas feitas a base do hibisco e cervejas de milho. O futebol é o esporte mais popular no país. De ruim, há altos índices de mutilação genital feminina, fato aceito culturalmente por alguns povos chadianos.

 

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas