Pessoas

7 fatos sobre o Visconde de Mauá

Saiba mais sobre essa grande personalidade do período imperial no Brasil

 

1 – Irineu Evangelista de Souza, mais conhecido como Visconde ou Barão de Mauá foi um grande industrial e banqueiro brasileiro do século 19. Natural de Arroio Grande, no Rio Grande do Sul, nasceu no dia 28 de dezembro de 1813. Filho de um criador de gado, ficou órfão de pai aos 5 anos de idade. Rejeitado pelo padrasto, foi morar com um tio no interior de São Paulo, onde foi alfabetizado. Aos 9 anos foi ser criado por outro tio, que era capitão na marinha mercante e o indicou para um emprego no comércio do Rio de Janeiro, então capital do Império.

 

Mauá em 1850, quando já estava estabelecido como um dos homens mais ricos do Brasil, mas não tinha os títulos de nobreza ainda.

 

2 – Por dois anos trabalhou apenas pela moradia e a comida, até que foi ser ajudante em um armazém de um português. Com 15 anos foi promovido, mas em 1830 o comércio faliu e o futuro Visconde de Mauá foi trabalhar na importadora do escocês Richard Carruthers. Nesse período aprendeu sobre contabilidade, o comércio exterior e ainda conseguiu se tornar fluente em inglês. Em 1836, com apenas 23 anos se tornou gerente e no ano seguinte sócio. Em 1839, com a volta de Carruthers para o Reino Unido, Irineu assumiu o negócio.

 

3 – Mandou buscar sua mãe, que havia se tornado viúva novamente, além de sua irmã e alguns parentes fugidos da Revolução Farroupilha. Entre estes familiares estava sua sobrinha Maria Joaquina de Souza Machado, com quem se apaixonou e se casou em 1841. Desta união, nasceram 11 filhos, dos quais 7 chegaram a maioridade e apenas 5 sobreviveram antes da morte do seu pai.

 

A Viscondessa de Mauá, Maria Joaquina de Souza Machado

 

4 – Após uma viagem ao Reino Unido, onde conheceu fábricas, bancos e metalúrgicas, decidiu se tornar um industrial. O Brasil ainda estava fora da Revolução Industrial e o futuro Visconde de Mauá viu uma oportunidade de ouro. Comprou uma fundição no Rio de Janeiro e a transformou em estaleiro. Dessa forma iniciou a indústria naval no Brasil. Mais de 70 embarcações à vela e à vapor saíram do estaleiro prontas. Além de navios, sua empresa também fabricava caldeiras, prensas, guindastes, postes e canos de ferro. Esse negócio empregava mais de 1000 pessoas e se tornou a maior indústria brasileira rapidamente. Após um incêndio em 1857, a fábrica foi reconstruída em 1860, mas poucos anos depois faliu por conta da entrada de navios e produtos industrializados do exterior.

 

5 – Investiu além da indústria naval e de fundição. Também foi Irineu que iniciou a iluminação a gás do Rio de Janeiro e a navegação do Rio Amazonas com suas empresas (até 1866). Em 1854 construiu um trecho de 14 km de linha férrea na província do Rio de Janeiro, sendo esta a primeira ferrovia do Brasil. No mesmo dia foi alçado ao posto de Barão. Também participou como acionista da expansão das ferrovias para o Nordeste e o resto do Sudeste. Em 1852 fundou o Banco Mauá, MacGregor & Cia, com estabelecimentos em várias capitais brasileiras e também Londres, Paris e Nova York. Estabeleceu o Banco Mauá y Cia no Uruguai em 1857, sendo este o primeiro banco uruguaio, que tinha uma filial em Buenos Aires.

 

Gravura da Fábrica de Gás do Rio de Janeiro, um dos empreendimentos de Mauá

 

6 – Liberal e abolicionista, o futuro Visconde de Mauá foi contrário a Guerra do Paraguai. Na política, foi deputado pelo Rio Grande do Sul em diversos mandatos. Por inveja e pela raiva de conservadores, teve vários de seus negócios sabotados. Para completar, a diminuição da taxação de importações fez com que seus produtos tivessem menor valor e importância. Enquanto em 1867 sua fortuna superava todo o orçamento do Império do Brasil, em 1875 faliu e teve que fechar seu banco. Em 1874 ganhou o título de Visconde.

7 – Passou o fim da vida pagando dívidas e lutando contra a diabetes. Ficou quase sem dinheiro e propriedades, indo morar em Petrópolis. Trabalhou com café até o fim da vida. Morreu em outubro de 1889, aos 75 anos, sem ter visto a República ser proclamada. O Visconde de Mauá foi um desbravador do Brasil, levando o modelo capitalista industrial para um país basicamente rural. Seus empreendimentos lançaram bases na economia brasileira que nunca antes tinham sido fincadas.

 

baraodemaua

Na década de 1880
  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas