Acontecimentos

A participação brasileira na libertação da Itália

Saiba mais sobre esse importante fato histórico

 

 

Por Victor Ávila

 

 

Ontem, 25 de abril de 2018, a Itália celebrou 73 anos da liberação do país do poderio nazifascista. Um fragmento muito importante dessa história e muitas vezes pouco comentada é a participação do Brasil na guerra e principalmente na remoção do regime fascista (saiba mais aqui) de Mussolini na Itália.

 

Italianos comemorando o fim da Guerra.

 

Você deve estar se perguntando, o que o Brasil tem a ver com a Segunda Guerra Mundial, confronto que aconteceu predominantemente no hemisfério norte. Pois bem, em suma, o Brasil teve uma participação importante no final do conflito, pois era aliado dos Estados Unidos. Em 1942, aceitou muitos investimentos econômicos, em troca da construção de uma base estratégica na cidade de Parnamirim, no Rio Grande do Norte.

Com isso, em forma de retaliação, a Alemanha não considerou a imparcialidade do Brasil e torpedeou vários navios mercantes brasileiros. Além disso a pressão popular foi grande, com diversas manifestações em todo o território, fazendo com que em agosto de 1942 o Brasil declarasse guerra aos Países do Eixo (Alemanha, Itália e Japão).

 

Notícias sobre um dos 19 navios brasileiros atacados durante a Segunda Guerra. Cerca de 500 pessoas morreram.

 

Todavia, apenas em julho de 1944, o governo brasileiro enviou tropas para a frente de batalha. Conhecidas como Força Expedicionária Brasileira (FEB)

A atuação do Brasil foi muito marcante na Batalha do Monte Castelo, na pequena cidade de Gaggio Montano, 61 km ao sudoeste de Bolonha. Lá os brasileiros, juntamente com tropas americanas, tentaram impedir o avanço das tropas alemãs no norte italiano. A batalha durou 3 meses, de 24 de novembro de 1944 a 21 de fevereiro de 1945. A FEB lutou sob o comando do General Mascarenhas de Morais. Ao final dessa batalha o Brasil conseguiu o controle absoluto do território, perdendo aproximadamente de 450 homens.

, as tropas eram constituídos por 25.834 homens e mulheres que atuaram nas regiões da Toscana e Emília-Romanha na Itália. Tiveram como lema: “A cobra vai fumar”.  Esta frase surgiu em resposta a críticos que diziam que seria mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil ir pra Guerra.

 

Emblema das tropas brasileiras na guerra, representando o lema “A cobra vai fumar”.

 

A atuação do Brasil foi muito marcante na Batalha de Monte Castelo, na pequena cidade de Gaggio Montano, 61 km ao sudoeste de Bolonha. Lá os brasileiros, juntamente com tropas americanas, tentaram impedir o avanço das tropas alemãs no norte italiano. A batalha durou 3 meses, de 24 de novembro de 1944 a 21 de fevereiro de 1945. A FEB lutou sob o comando do General Mascarenhas de Morais. Ao final dessa batalha o Brasil conseguiu o controle absoluto do território, perdendo aproximadamente de 450 homens.

 

Imagem da Batalha de Monte Castelo

 

Mesmo com o crescimento dos aliados e a prisão e fuzilamento de Mussolini, ditador italiano, somente em 25 de abril de 1945, a Itália conseguiu a libertação completa do nazismo e o fim do regime fascista. Esse fato ocorreu porque tropas alemãs ainda tentaram resistir.

  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas