Garanhuns e Pernambuco,  Tecnologia e Sociedade

Startup Weekend Garanhuns

Conheça mais sobre este evento mundialmente famoso que ocorreu em Garanhuns em maio

 

 

Por Audálio Machado

 

 

A Startup Weekend (SW) (conheça clicando no link) surgiu para fomentar a educação para o empreendedorismo e formar uma comunidade de empreendedores onde quer que aconteça. A organização foi fundada em 2007 com o intuito de criar um negócio em um final de semana. Esse modelo logo cresce e se tornou referência mundial. Aproximadamente 2,9 mil eventos já ocorreram em mais de 150 países, com quase 200 mil pessoas participando.

A iniciativa chamou a atenção de parceiros como o Google (saiba mais aqui), por exemplo. Essa vontade de inovar já levou a criação de Startup Weeks (uma semana de duração). Também surgiram eventos temáticos, vinculado a áreas específicas, como o Startup Weekend Health, ligado apenas a soluções inovadoras em saúde. Uma das empresas de sucesso que surgiu em um SW foi a Easy Taxi, empreendimento mundialmente conhecido na área de transporte coletivo. O interessante é que esse negócio surgiu no Brasil em 2011.

 

A Startup Weekend já ocorreu em mais de 150 países

 

O evento ocorre durante 54 horas, e o foco é que os participantes apresentem suas ideias, passem pelo crivo dos mentores e demais participantes e transformem isto em um negócio viável através da validação e de um Produto Mínimo Viável. Nesta adaptação dos negócios idealizados, há a possibilidade de vender os produtos ou ter contato com possíveis consumidores e/ou investidores. A organização fica nas mãos de ex-participantes voluntários que buscam apresentar esta oportunidade para um novo grupo de pessoas.

Aproveitando o ensejo, entre os dias 18 e 20 de maio deste ano ocorreu o primeiro Startup Weekend (saiba mais aqui) em Garanhuns. O município, que tem um potencial para o microempreendedor e as microempresas, passa por dificuldades ao longo dos anos pelo grande fluxo de jovens profissionais que abandonam a cidade por não ter oportunidades de trabalho e de empreender. Então, o objetivo foi fomentar a inovação, o empreendedorismo e o desenvolvimento da região.

 

Primeiro dia da Startup Weekend Garanhuns. Na foto, os participantes votam nas ideais que mais lhe agradaram

 

As ideias com mais votos foram escolhidas pelos mais de 60 participantes, que formaram 11 equipes no total. Surgiram grupos que tentaram achar soluções para a saúde, troca de livros e objetos usados, transporte coletivo e frete via motos, irrigação inteligente na agricultura familiar e etc. Havia jovens de 14 anos e pessoas com mais de 30 nas equipes, misturadas e apresentando seus diversos pontos de vista e trajetórias de vista.

Muitas potenciais startups propostas no evento enviaram membros para as ruas, em busca de validar suas ideias com o possíveis consumidores, empreendedores e profissionais das áreas em que pretendiam atuar. Essa mobilização tentava atestar que o futuro negócio poderia realmente resolver algum problema, seja social ou de consumo. Também houve o estudo acerca dos potenciais modelos de negócio e do desenvolvimento da plataforma na qual as empresas iriam atuar.

 

Equipes discutindo suas propostas no segundo dia de evento

 

No dia final, as equipes passaram por uma pré-apresentação (pré-pitch), onde os mentores apontavam as falhas nas propostas de cada time. Essa etapa foi primordial para a resolução de fraquezas não percebidas e na formatação final dos projetos.

Ao final da SW Garanhuns, quatro jurados selecionados entre o setor público e a iniciativa privada decidiram quais startups eram mais viáveis e melhor desenvolvidas. O projeto vencedor foi o Motofácil, formado por alunos da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG) e da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA). O negócio planeja criar uma plataforma de motofrete e mototáxi através de um aplicativo, em iniciativa vinculada ao “boom” das aplicações na área de transporte coletivo e compartilhado. O segundo lugar foi o ClinUP, aplicativo que pretende facilitar a marcação de consultas e aproximar as pessoas dos diversos tipos de profissionais da área de saúde. Em terceiro lugar, mais uma iniciativa na saúde: a criação de um meio físico para as pessoas carregarem suas informações médicas de um jeito fácil, com o foco em situações emergenciais.

 

Grupo vencedor: Motofácil

 

Também fizeram parte iniciativas na área gastronômica: a Doce Coxinha, startup formada majoritariamente por alunos do Ensino Fundamental de Iati. A Ecoágua visa levar o controle da irrigação de forma barata e segura para os agricultores familiares. Também houve espaço para o cuidado com os animais e com o delivery de bebidas e produtos para churrasco.

No final das contas, a organização, capitaneada por José Augusto Branco, Raí Siqueira, Anna Paula Bezerra e Sílvio André Júnior, classificou o evento como um sucesso. O grupo organizador falou que várias boas idéias surgiram e que os participantes conseguiram adquirir grande conhecimento empreendedor. Também foi falado que o intuito da Startup Weekend Garanhuns foi iniciar um movimento positivo nas áreas de empreendedorismo, inovação e tecnologia.

 

Após o Startup Weekend Garanhuns, um otimismo em relação a formação de uma comunidade empreendedora foi criado

 

É fato que houve um forte impulso para as mentes de todos que participaram. Propostas viáveis conseguiram aparecer e é esperado que os grupos formados se tornem sócios nestes novos empreendimentos. E mais importante: que levem seus negócios à frente. A SW Garanhuns, junto ao WTEIA (saiba mais aqui) podem ser o início da formação de uma comunidade empreendedora coesa para o Agreste Meridional e sua cidade-polo.

 

  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pular para a barra de ferramentas